Apontamentos L. P.

Aqui encontrarás material educativo que te irá ajudar na disciplina de Língua Portuguesa…

A Estrutura da acção Outubro 1, 2007

Filed under: O Tesouro — Vera Lourenço @ 1:25 pm

Situação inicial (dois primeiros parágrafos) – Apresentação das personagens e descrição do ambiente em que vivem;

Peripécias e ponto culminante (até ao penúltimo parágrafo) – Descoberta do tesouro, decisão de partilha e esforços para eliminar os concorrentes;

Desenlace (os dois últimos parágrafos) – Situação final

 Da conclusão infere-se que, se considerarmos a história dos “três irmãos de Medranhos”, estamos perante uma narrativa fechada; ao invés, se nos centrarmos sobre o “tesouro”, teremos de considerar a narrativa aberta, dado que ele continua por descobrir (“…ainda lá está, na mata de Roquelanes.”). 

Por sua vez, o desenvolvimento tem também uma estrutura tripartida:     Descoberta do tesouro e decisão de o partilhar;      Rui e Rostabal decidem matar Guanes; morte de Guanes; morte de Rostabal;       Rui apodera-se do cofre e morre envenenado. 

A articulação das sequências narrativas (momentos de avanço) faz-se por encadeamento. Os momentos de pausa abrem e fecham a narrativa e interrompem regularmente a narração com descrições (espaço, objectos, personagens) e reflexões.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s